Notícias

(30/09/2016)
Prefeito de Nova Venécia, Lubiana Barrigueira, faz um balanço de seu governo e sua trajetória de campanha rumo à reeleição


Lubiana Barriguei14468546_693141077503922_7553332957790918841_ora é produtor rural e iniciou sua vida pública em 2008, quando foi candidato a prefeito pela primeira vez. Quatro anos mais tarde, em 2012, foi eleito prefeito de Nova Venécia com larga vantagem diante do outro candidato. Sendo muito bem avaliado, depois de uma gestão que transformou o município, Lubiana Barrigueira ganhou prêmios importantes que o consolidaram no meio político sendo referência como gestor em cidades de todo o Brasil. Um dos prêmios foi o de Prefeito Empreendedor do Estado e do País.


Além disso, elevou Nova Venécia a grandes feitos que ficarão marcados na história, como é o caso de estar na 20ª posição entre os municípios que oferecem maior qualidade de vida para a população em todo o Brasil.


Sendo muito bem avaliado pela população veneciana, Lubiana Barrigueira se candidata mais uma vez concorrendo para o mandato de 2017 a 2020. Em entrevista, Lubiana Barrigueira fala sobre o que será prioridade em seu mandato, caso reeleito.


1 – O senhor é o atual prefeito de Nova Venécia. Quais foram as principais dificuldades que encontrou nesse período em que administrou o município?


As dificuldades sempre existem e não podemos nos curvar diante delas, mas sim arregaçar as mangas e ir para o enfrentamento. Ass

umimos o município em um momento complicado de crise financeira e política impetrada em todo o país. Sofremos uma enchente que devastou nosso município e ainda quatro anos de seca intensa. Por conta disso, nos vimos obrigados a fazer algumas alterações em nosso Plano de Governo, inviabilizando a realização de algumas de nossas propostas. Mas mesmo assim concluímos 80% daquilo que estava em nosso planejamento.


Em contrapartida, recuperamos todos os estragos que destruíram nossa cidade, estradas e pontes pelo interior afora. Os venecianos ganharam um município novo e isso é muito satisfatório. Aprendi com meus pais a superar os obstáculos e trabalhar de verdade, com honestidade e humildade sempre.


O que me deixa estarrecido, é ver a forma com a qual um pequeno grupo que faz oposição ao nosso governo, nos atacar criticando até mesmo aquelas conquistas mais importantes para a sociedade, como é o caso da nossa passarela. Esse pequeno grupo fica criticando com apenas um objetivo: diminuir nossa administração e nossa moral, para tentarem se sobressair pautados nesses argumentos infundados. Mas não que eu considere isso uma dificuldade, até porque, por conhecer o perfil das pessoas que estão por trás desse grupo, já esperava ser atacado de forma mentirosa.


2 – Faça um balanço breve de como foi sua campanha nesse período eleitoral


Eu e a minha equipe pautamos nossa campanha num trabalho sério, com humildade e respeito com os outros candidatos e principalmente com a população veneciana. Ninguém aguenta mais ficar ouvindo notícias sem conteúdo e mentiras no meio político. Então procuramos prestar contas daquilo que fizemos em benefício da coletividade e apresentar novas propostas que vão nortear nosso município nos próximos anos.


Eu não entrei na pilha de outros candidatos que só ficaram querendo denegrir a minha imagem. Ao invés disso, procurei estar mais uma vez ao lado da nossa sociedade, ouvindo as reivindicações do povo e colocando em nossa pauta de governo.


Sempre trabalhei dessa maneira e não vou mudar meu jeito de ser. Por agir dessa forma, a população abraçou a nossa campanha nos acolhendo, e isso é muito bacana. Me sinto orgulhoso em ter o carisma das pessoas quando passo pelas ruas. Isso nos motiva cada vez mais. Onde passamos, vemos o orgulho e o brilho nos olhos dos venecianos, e saber que fazemos parte disso, é especial para mim.


3 – Caso seja reeleito, o que o senhor vai priorizar em seu mandato?


Quero justamente priorizar aquilo que não foi possível realizar em nosso primeiro mandato por causa dos imprevistos já citados. Além disso, vamos priorizar a valorização do servidor público municipal, levar infraestrutura e saneamento básico para os bairros e comunidades ainda não têm, olhar pelo meio ambiente desenvolvendo ações como a recuperação de nascentes e áreas degradadas para combater a seca, e uma série de outras ações que podem ser conhecidas em nosso Plano de Governo, todas voltadas para a melhoria da qualidade de vida do cidadão.


4 – Em quais áreas considera que o município mais cresceu nesse período?


Os prêmios que recebemos são reflexos de nossos investimentos e os resultados estão aí para todos verem. Fomos premiados na saúde com a Menção Honrosa Brasil 2015, a pesquisa do IDEB apontou crescimento na qualidade do nosso ensino, na agricultura recebemos o prêmio de Prefeito Empreendedor, na geração de emprego alcançamos a segunda colocação no ranking estadual de Formalização de Empresas e a sexta no Índice de Desenvolvimento Municipal da Micro e Pequena Empresa, ganhamos o Prêmio responsabilidade Social 2015 pelo belo trabalho na área social, em nível nacional fomos o 2º lugar em Geração de Emprego e o 4º no quesito Pilar Econômico. Para fechar com chave de ouro, a revista IstoÉ publicou o resultado de uma pesquisa que apontou Nova Venécia como o 20º município em qualidade de vida em todo Brasil.


Com esses resultados podemos afirmar que crescemos em todos os setores, contemplando toda a nossa sociedade.


5 – Como analisa o início do seu possível segundo mandato?


Muito tranquilo. Hoje Nova Venécia está com as contas em dia, tudo no azul. Tivemos períodos complicados em termos econômicos e conseguimos realizar tudo isso que vocês estão vendo por aí. Imagina agora com dinheiro em caixa.


6 – Como conseguiu colocar o município no rumo do crescimento?


Em épocas de crise é preciso ter cautela e se preparar para possíveis novos desafios. No início “puxei a rédea” para colocar a casa em ordem. Isso foi essencial e os bons frutos dessa atitude, todos os venecianos estão colhendo hoje.


7 – O senhor foi prefeito nos últimos quatro anos. Acha que muita coisa vai mudar daqui para frente?


Não vejo mudanças significativas para quem quer trabalhar. Tanto agora, como antes, se você quer produzir positivamente para o município é só arregaçar as mangas. Acredito muito na força do trabalho!


8 – O que é preciso para Nova Venécia seguir no rumo do desenvolvimento?


É preciso manter à frente do nosso município pessoas honestas, capazes de atender às necessidades da população. Pessoas competentes, que tenham credibilidade com as autoridades deste Estado e País e com a classe empresarial e trabalhadora. Para administrar No

va Venécia são necessárias pessoas que têm visão de futuro, tenham zelo pelo dinheiro público, que não se curvem diante das dificuldades. Enfim, Nova Venécia precisa de pessoas que priorizem o coletivo. Nós precisamos voltar nossos olhares para o caminho dos que mais necessitam.


FONTE: Jornal Geral Notícias