Notícias

(25/05/2016)
Césinha Casagrande: história de compromisso com a cidade de Castelo


Césinha Casagrande: história de compromisso com a cidade de Castelo


Incentivo a micro e pequenos empreendedores serão prioridades para o socialista


13000240_992825404127418_4419379356045059148_nA cidade de Castelo, localizada no sul do Espírito Santo, é marcada por seus pontos turísticos, preservação de sua cultura e, principalmente, pelos trabalho e dedicação dos castelenses que moram nos 23 bairros do município. Ao saber da realidade do município e com o objetivo de torna-la referência em empreendedorismo, o vereador César Casagrande, conhecido como Césinha, colocou-se à disposição como pré-candidato a prefeito do PSB-ES nas eleições 2016.


Sempre envolvido com trabalhos comunitários e participando ativamente das Associações de Moradores, Césinha é formado em Ciências Contábeis e Administrativas e está em seu segundo mandato como vereador. “Meu trabalho sempre esteve voltado para associações e cooperativas, além do apoio aos trabalhos sociais do município e promoção de debates relacionados a economia, direitos humanos, entre outros”, comentou César.


Entre as propostas do pré-candidato, o prefeito Césinha destaca que o incentivo ao empreendimento próprio será uma das prioridades caso seja eleito prefeito da cidade. “Sabemos que Castelo não possui áreas para abrigar grandes indústrias, por isso apoiaremos as micro e pequenas empresas e também a agroindústria, turismo e artesanato. Temos um enorme potencial nesses segmentos”, destaca o socialista.


PSB-ES comprometido com a cidade


A cidade de Castelo sempre teve uma história ligada ao PSB. Município onde Renato Casagrande, presidente da Fundação João Mangabeira e irmão de Césinha, cresceu, o partido promove no município uma política de igualdade, baseada no respeito aos direitos humanos e desenvolvimento econômico e social.


“O PSB vai trazer a nova política para a cidade, promovendo a igualdade a toda a população de Castelo por meio do respeito aos direitos-humanos e desenvolvimento econômico”, destaca César Casagrande.