Notícias

(02/05/2018)
Campanha Se Liga 16 incentiva jovens a tirar título de eleitor


Isaac Rodrigues_JSB_Serra_primeiro_votoHá 6 meses das eleições e com a falta de perspectiva em relação à situação política atual do país, adolescentes podem enfrentar certa resistência em participar do pleito. Mas a campanha Se Liga 16, criada pela Juventude Socialista Brasileira (JSB-ES), quer mudar esse cenário e engajar jovens menores de 18 anos a tirar o título eleitoral para exercer o primeiro voto, que é facultativo para esta faixa etária.


A ideia surgiu para conscientizar a população jovem sobre a importância do voto. A campanha consiste em várias ações dentro das escolas, faculdades e associações com o objetivo de falar sobre política, despertar o interesse e estimular o estudante de 16 anos, que vai votar pela primeira vez, a comparecer às urnas em outubro de 2018 para contribuir na escolha dos novos governantes. A previsão, segundo o segmento, é atingir 3 mil jovens na Grande Vitória.


Primeiro voto


Para João Victor Gomes, secretário municipal de Movimento Estudantil da JSB Guarapari, que vai votar pela 1ª vez nessas eleições, a expectativa é encontrar candidatos honestos, imparciais e que o representem: ”Pretendo escolher meus candidatos baseando-me nas suas conquistas e lutas, suas propostas e que tenham coerência em seus discursos. Pessoas que pensem tanto no social quanto no econômico e, antes de tudo, que sejam capacitados para lidar com as dificuldades que com certeza enfrentaremos nos próximos 4 anos”.


Poder através do título


Segundo Washington Campos, secretário de Movimento Estudantil da JSB-ES, essa iniciativa só vai funcionar se os jovens falarem para os próprios jovens da importância do voto, explicando que o título é uma arma na mão de quem sabe usar. “Que essa arma seja usada para escolher por uma educação melhor, uma segurança melhor, pautar o desenvolvimento do primeiro emprego, tirar pessoas da rua e ter espaço na universidade pública. Ser cidadão aos 16 é mostrar a responsabilidade de começar a decidir seu futuro desde cedo. É se perguntar: o que eu quero para o meu futuro? As decisões de hoje é que vão mudar o amanhã e o jovem tem todo esse poder através do seu título eleitoral”, analisou.


Ressaltando que o envolvimento de toda a sociedade na política é extremamente necessário, o secretário geral do PSB-ES, Carlos Roberto Rafael, ressaltou que muito mais importante e presente deve ser a representatividade da juventude: “Essa parcela de eleitores tem sido fundamental nas transformações sociais. Eles são a esperança de dias melhores para toda a sociedade. E para os adolescentes que irão exercer o primeiro voto, meu recado é que não percam de vista a esperança de fazer as próprias escolhas. Vocês já são responsáveis o suficiente para tomar uma decisão pelo coletivo”.



Fotos